Elenco Velho Chico (Todos os Personagens)

12.3.16

elenco-velho-chico-todos-os-personagens
Elenco Velho Chico (Todos os Personagens) - Confira imagens, descrição, nome dos atores e atrizes e nome dos personagens da novela Velho Chico, nova novela das 21h da Rede Globo.
velho-chico-personagem-jacinto-de-sa-ribeiro-ator-tarcisio-meira
Personagem: Jacinto de Sá Ribeiro
Ator: TARCÍSIO MEIRA
Herdeiro da família de Sá Ribeiro, que ocupou a região e fundou Grotas do São Francisco, às suas terras coronel Jacinto incorporou tantas outras quanto pode abraçar: terras devolutas, indígenas, de quilombolas, usando seu prestígio político e a amizade com o cartorário da cidade. De todas as terras que almejou, a única que não pode incorporar ao seu vasto latifúndio foi a fazenda Piatã, uma pequena gleba que divide sua propriedade ao meio, herdada por seu inimigo, capitão Ernesto Rosa. Esse é o mote da briga que se arrasta há anos, transformando Grotas do São Francisco num palco de guerra. Contrariando a vontade da esposa, Encarnação, Jacinto mandou seu filho único, Afrânio, estudar advocacia na capital, almejando ter um braço próprio na política do estado e, quiçá, do país. Pouco antes de alcançar seu intento morreu de mal súbito, arrastando para a cova seus sonhos e os sonhos do filho.
velho-chico-personagem-ernesto-rosa-ator-rodrigo-lombarde
Personagem: Ernesto Rosa
Ator: RODRIGO LOMBARDI
Capitão de patente, sujeito ilibado, jamais se valeu do cargo em benefício próprio, ou de outrem. Crítico voraz do coronelismo, bradava isso aos quatro ventos, sem se importar com o risco que corria. Era herdeiro da fazenda Piatã, cobiçada por Jacinto Sá Ribeiro, dono do maior latifúndio da região. A posse das terras foi o primeiro capítulo da lendária batalha que se deu entre as duas famílias, dividindo a região. O bar da cidade era o palanque político onde denunciava os conchavos de Saruê, apelido que deu ao coronel Jacinto. Sua consciência o impingia a expor as falcatruas do coronel Jacinto e seu filho Afrânio, advogado formado, muito pior que o pai. Nomeado pelo governo militar, preparando-se para assumir a cadeira na prefeitura e descobrir as falcatruas do astuto Saruezinho, não chegou a tomar posse. Apareceu morto, em um trágico acidente que se acredita ser fruto de mais uma armação da família inimiga.
velho-chico-personagem-iolanda-atriz-carol-castro
Personagem: Iolanda
Atriz: CAROL CASTRO
Era figura marcante nas noites do bar onde se apresentava como cantora, desejada por muitos estudantes que frequentavam o lugar. Nunca se deixou seduzir por dinheiro ou sobrenomes importantes. Viveu dois anos de intensa paixão com Afrânio, apoiada por Jacinto, que comemorou a conquista do filho como se fosse a sua. A morte do coronel, de mal súbito, pôs um ponto final ao romance, levando por terra os sonhos de Iolanda de constituir uma família ao lado do amante. Abandonada por Afrânio, que se casou com Leonor logo depois de assumir a fazenda do pai, enterrou suas lembranças e deixou a casa de shows onde se apresentava. Anos depois, quando leu nos jornais que Afrânio havia sido baleado e estava internado em Salvador, entre a vida e a morte, seu coração a impeliu a visitá-lo. No hospital, conheceu a filha de Afrânio, Tereza. Soube por ela que ele estava viúvo, e sentiu a antiga paixão reacender.
velho-chico-personagem-afranio-de-sa-ribeiro-ator-rodrigo-santoro
Personagem: Afrânio de Sá Ribeiro
Ator: RODRIGO SANTORO
Herdeiro único do coronel Jacinto de Sá Ribeiro e de sua mulher Encarnação. Criado cheio de rigor e de cuidados, sufocado pelo zelo extremado da mãe. Criado em Salvador, em meio a efervescência política e cultural que antecedeu os anos da ditadura militar no país, Afrânio de Sá Ribeiro, o Saruezinho, passou as noites não em cima dos livros, mas perdido em cima de belas mulheres. Apaixonou-se por uma delas, Iolanda, com quem viveu dois anos de ardente paixão. Preparava-se para ingressar na carreira política quando a morte do pai o fez desistir de seus sonhos e de seu amor e voltar para assumir a fazenda. Obrigado a se casar na ponta do facão com Leonor, depois de desonrá-la, dessa união nasceram Tereza e Martim, em cujo parto a esposa morreu. Viúvo, retornou contra a vontade da mãe sua história com Iolanda. Irascível e controlador, condenou a filha Tereza a um casamento infeliz para lavar a honra dos de Sá Ribeiro manchada pela história de amor que a filha viveu com Santo, filho do capataz da fazenda dos Rosa, seu grande inimigo. Depois de uma briga, cortou relações com o filho, Martim, que deixou a casa paterna e sumiu no mundo. Sua esperança é Miguel, o neto, a quem ele sonha fazer seu herdeiro. Seu sonho vai por terra quando ele descobre que o neto, Miguel, voltou à fazenda não para assumir seu legado, mas para implementar um projeto arrojado de agrofloresta em sua fazenda.
velho-chico-personagem-romao-ator-umberto-magnani
Personagem: Romão
Ator: UMBERTO MAGNANI
Homem sábio, devoto, franco protetor dos necessitados, versado em teologia e filosofia, com uma cabeça muito à frente de seu tempo. Por isso, e porque nunca deixava de atender uma alma que lhe batesse à porta, o padre é querido por todos, até mesmo por aqueles que não professam a mesma fé. Nunca ficou indiferente diante dos desmandos das autoridades e fez muitos desafetos no meio político – todos velados, para não ter um inimigo desse porte pregando contra eles. Gastou muita sola de chinelas visitando suas ovelhas nas comunidades ribeirinhas. Era ali que gastava os tostões que arrecadava nos festejos da paróquia, fazendo o papel que ele acreditava caber à igreja, e também ao governo, muitas vezes omisso. Entre os poderosos da região, há muitos que o acusam de defender o trabalho de Santo não por seus méritos, mas pela amizade com a família Rosa. Nessas horas, não combate, nem argumenta, achando-se velho demais para qualquer julgamento senão o de Deus.
velho-chico-personagem-encarnacao-de-sa-ribeiro-atriz-selma-egrei
Personagem: Encarnação de Sá Ribeiro
Atriz: SELMA EGREI
Filha de um rico fazendeiro de Alagoas, tornou-se esposa de Jacinto de Sá Ribeiro em um casamento arranjado. Sofreu um forte baque quando o filho primogênito, Inácio, morreu afogado no rio. Sem sorrisos, de fala ríspida, afastou todos aqueles a quem ama com suas atitudes. Após a morte do marido, entronizou o filho caçula Afrânio como novo coronel da região, e vive às turras com ele, tentando fazer valer sua vontade. O nascimento do neto caçula Martim devolveu-lhe a alegria, e ela criou o menino com muitos mimos depois que a nora, Leonor, morreu no parto. Já com a neta primogênita Tereza, nunca teve o mesmo carinho porque duvidava que ela fosse filha legítima de seu filho, Afrânio. Com o nascimento do bisneto Miguel, reconheceu os traços da família nele, mas era tarde demais para se arrepender. A matriarca acabou morrendo sem se redimir com a neta.
velho-chico-personagem-belmiro-dos-anjos-ator-chico-diaz
Personagem: Belmiro dos Anjos
Ator: CHICO DIAZ
Casado com Piedade, pai de Santo e Bento. Sertanejo, nascido e criado no meio da caatinga, sonhava ter um pedaço de terra para viver e criar seu gado. Quando a seca assolou o sertão, e a mulher esperava o primeiro filho, a família dos Anjos engrossou a leva de retirantes e chegou a Grotas. Bateram à porta de Padre Romão, que pediu socorro à caridosa Eulália. Viu os jagunços de Afrânio ateando fogo no galpão com o algodão do capitão, e sua coragem lhe valeu o emprego e o respeito de Ernesto Rosa, que fez dele seu braço direito e amigo. Também conquistou a confiança dos pequenos agricultores, que se uniram ao capitão e se livraram do coronel Afrânio, que os explorava. Com a morte do patrão, passou a ser alvo da ira dos Sá Ribeiro. Morreu defendendo o amor de Santo com Tereza, na tentativa de acabar com a rixa entre as duas famílias. Coragem, honestidade e trabalho, esse foi seu legado para os filhos, que fizeram a fazenda Piatã prosperar, beneficiando toda a região.
velho-chico-personagem-clemente-ator-julio-machado
Personagem: Clemente
Ator: JULIO MACHADO
Marido de Doninha, pai de Cícero, encarnava o arquétipo do jagunço. Filho do abandono e do descaso, lutou desde muito cedo para sobreviver. Sua fama corria o sertão quando chegou em Grotas, cansado daquela vida e atrás de um chão para pousar suas raízes. Encontrou guarida junto a Jacinto, que andava “precisado” de um cabra valente, e se tornou capataz da fazenda, homem de confiança do coronel. Lá, conheceu Doninha, e ela passou a servir a patroa dentro de casa. Ali, na colônia, nasceu o filho Cícero – macho, calado e cismado como ele. Alguns anos depois, Clemente morre, deixando para o filho as armas e o posto de jagunço, e a saudade para a mulher.
velho-chico-personagem-doninha-atriz-barbara-reis
Personagem: Doninha
Atriz: BARBARA REIS
Mulher de Clemente, mãe de Cícero. Filha de um empregado antigo do coronel Sá Ribeiro, Doninha revelou seus talentos na cozinha, enchendo a casa grande com os aromas e os perfumes do sertão. Também no trato com os patrões, Doninha se mostrava habilidosa, e sua relação com a difícil Encarnação se não beirava a amizade, chegava perto disso. Seus braços acolheram Tereza quando ela nasceu, entregando-a a Nossa Senhora das Grotas, a santa de sua devoção. Só se deu conta da paixão de seu filho Cícero por Tereza, quando ele, tomado pelo ciúmes, matou Belmiro dos Anjos, pai de Santo, a quem a menina amava. Amargurada, passou a rezar todas as noites para que Nossa Senhora perdoasse o filho, arrancando de seu coração aquele amor que tinha brotado como erva daninha.
velho-chico-personagem-eulalia-atriz-fabiula-nascimeto
Personagem: Eulália
Atriz: FÁBIULA NASCIMENTO
Casada com o capitão Ernesto Rosa, mulher muito generosa, dedicou a vida a ajudar os necessitados e, por isso, era muito bem quista pelo povo de Grotas. Devota de São Francisco, jamais negou favores à igreja, muito menos a padre Romão. Aceitou acolher a família de retirantes (Belmiro, Piedade e Santo) até que tomassem prumo para seguir na vida. Belmiro agradeceu a acolhida debelando um incêndio criminoso no galpão da fazenda Piatã, fazendo com que o capitão o contratasse como seu braço direito. Foi assim que começaram os laços entre as famílias Rosa e dos Anjos. Depois de ficar viúva, redigiu seu testamento deixando os bens e a fazenda no nome de sua afilhada Luzia, nomeando Belmiro como seu tutor. Não imaginava que, tempos depois, Belmiro morreria vítima de uma emboscada. Viveu para ver sua filha de criação Luzia se casar com Santo dos Anjos, agradecendo a Deus por mais esse presente, que a deixaria morrer sossegada.
velho-chico-personagem-piedade-dos-anjos-atriz-cyria-coentro
Personagem: Piedade dos Anjos
Atriz: CYRIA COENTRO
Casada com Belmiro, mãe de Santo e Bento. Criada sem estudo, nunca se queixou da vida, até a seca chegar. Com o primeiro filho recém-nascido, a família engrossou a leva de retirantes. Rezou, apegando-se a Nossa Senhora, a quem creditava o encontro de Grotas do São Francisco e do padre Romão. Levados por ele até a fazenda dos Rosa, ficou trabalhando na casa enquanto o marido servia como braço direito do capitão. O segundo filho veio dois anos depois, abençoado pelas águas do Velho Chico. Santo, Bento e Luzia, afilhada do capitão e de Eulália, cresceram juntos, dividindo seu colo, ela mimando a menina como se fosse sua filha. Mas Luzia foi a grande culpada do trágico desencontro de Tereza e Santo, que culminou na morte de Belmiro. Iludida pela menina, foi conivente com o sumiço das cartas que Tereza escreveu para Santo, e abençoou o casamento de Luzia com o filho. Seu coração, no entanto, se apequenou quando descobriu que Miguel era seu neto.
velho-chico-personagem-avelino-ator-xangai
Personagem: Avelino
Ator: XANGAI
Sertanejo, repentista. Andarilho e cantador, subiu das Gerais e cruzou o caminho do parceiro Egídio em Grotas. Das línguas afiadas nasceram muitas histórias. Algumas vingaram, outras não. Figuras emblemáticas, a presença dos dois anima o bar de Chico Criatura, que fica apinhado de gente para ouvir os dois cantarem. Amores, se tiveram algum, perderam-se pelo caminho. Ali a dupla vive tão sozinha como chegou, resolvendo suas contendas na viola. É no desafio que se dá o bom combate, um provocando, o outro repicando até que a noite se acabe, sem vencedores nem vencidos. Egídio e Avelino são irmãos, no repente e na cachaça.
velho-chico-personagem-bento-dos-anjos-ator-vitor-aleixo
Personagem: Bento dos Anjos
Ator: VITOR ALEIXO
Filho de Belmiro e Piedade, irmão de Santo. Nasceu às margens do Velho Chico quando os pais já estavam com a vida assentada, trabalhando na fazenda dos Rosa. Afável, tranquilo e despretensioso. Ainda na adolescência, apaixonou-se por Luzia, que nunca escondeu o amor doentio que tinha por Santo. Sua esperança era que o irmão se casasse com Tereza. Mas a morte do pai, assassinado por Cícero, decretou o fim do romance, abrindo caminho para Luzia, que enfim levou Santo ao altar. Mudou-se para a capital, com a desculpa de completar seus estudos, voltando anos depois com o coração cicatrizado e pronto para aplicar ali o que aprendera no curso de ciências sociais. Com o apoio do irmão e contra o coronel Afrânio, elegeu-se vereador. Honesto e burocrata, encabeçou uma luta sem trégua pelo Velho Chico e pelo povo beiradeiro. Apaixona-se por Beatriz, professora de uma escola primária do município, que está interessada por Martim, filho do coronel.
velho-chico-personagem-chico-criatura-ator-geseio-amadeu
Personagem: Chico Criatura
Ator: GÉSIO AMADEU
Sujeito simples, nascido e criado em Grotas do São Francisco, dono do bar mais frequentado da cidade, ponto de encontro do povo e palanque político dos coronéis e fazendeiros da região. É lá que os cantadores se reúnem alegrando as noites, enquanto o povo se amontoa no salão, bebendo, cantando e comendo os “beliscos” preparados com gosto. Quando o discurso político ganha um tom mais acalorado, pula do balcão para apartar a briga, porque quebra-quebra é coisa que ele não admite. Viúvo muito cedo, católico fervoroso, nunca se queixou da vida, certo de que Deus não dá um fardo maior do que aquele que podemos carregar. Típico ribeirinho, gosta de cantar cocos, chulas e outras cantigas populares. Vivendo e cuidando sozinho do bar, já na casa dos setenta, atende os fregueses, limpa as mesas e serve de ouvido para a conversa fiada dos pinguços que, de vez em quando, encostam o umbigo no balcão para se lamentar. Mas sabe também ser firme com os inconvenientes.
velho-chico-personagem-cicero-ator-lucca-fontoura
Personagem: Cícero
Ator: LUCCA FONTOURA
Filho de Clemente e Doninha, bom de briga e de mira como o pai. Solto pela fazenda, cresceu ao lado dele, do coronel e da pequena Tereza, de quem ele se tornou protetor e fiel guardião. Sabedor de seu lugar naquela hierarquia, entrou na adolescência tentando disfarçar seu desejo por Tereza. Cego de ciúmes, enlouqueceu quando descobriu que ela estava apaixonada por Santo, filho do capataz da fazenda dos Rosa, um seu igual. Irracional, acostumado a viver como os brutos, tomou como ponto de honra acabar com a vida do rival, sem levar em conta o mal que causaria à Tereza e à Doninha, que rezava desde seu nascimento para que ele trilhasse outro caminho que não o do pai. Quando contou ao coronel que Tereza e Santo se encontravam às escondidas, não imaginava que ele puniria a filha. Santo apareceu na fazenda com o pai e o irmão, para pedir a mão de Tereza, e Cícero tomou para si a incumbência de lavar a honra da amada, atocaiando o “maldito”.
velho-chico-personagem-egidio-ator-maciel-melo
Personagem: Egídio
Ator: MACIEL MELO
Sertanejo, repentista. Andarilho e cantador, desceu de Alagoas e cruzou o caminho do parceiro Avelino em Grotas. Das línguas afiadas nasceram muitas histórias. Algumas vingaram, outras não. Figuras emblemáticas, a presença dos dois anima o bar de Chico Criatura, que fica apinhado de gente para ouvir os dois cantarem. Amores, se tiveram algum, perderam-se pelo caminho. Ali a dupla vive tão sozinha como chegou, resolvendo suas contendas na viola. É no desafio que se dá o bom combate, um provocando, o outro repicando até que a noite se acabe, sem vencedores nem vencidos. Egídio e Avelino são irmãos, no repente e na cachaça.
velho-chico-personagem-leonor-de-sa-ribeiro-atriz-marina-nery
Personagem: Leonor de Sá Ribeiro
Atriz: MARINA NERY
Reprimida e sonhadora, quando seu pai convidou Afrânio para pernoitar em sua casa, viu no moço bonito o príncipe encantado que a libertaria. Depois da noite de amor, foi obrigada a se casar com ele na delegacia, ao raiar do dia, seguindo viagem sem olhar para trás. Recebida com duas pedras por Encarnação, que quase enfartou com a novidade, só não foi despachada de volta porque Afrânio não permitiu. A convivência com a sogra continuou sendo um tormento, que suportava pelo amor ao marido. Dócil e compreensiva, era idolatrada pelos empregados e crianças. Sua primogênita Tereza nasceu num parto difícil e arriscado, que por pouco não levou a sua vida e a da filha. A cobrança da sogra, que clamava por um neto varão, e o desencanto do marido, que parecia estar perdendo o desejo por ela, tornaram-na obcecada em novas tentativas frustradas de engravidar. Oito anos depois do nascimento de Tereza, Martim veio ao mundo ceifando sua vida, antes que ela ouvisse seu choro.
velho-chico-personagem-luzia-atriz-carla-fabiana
Personagem: Luzia
Atriz: CARLA FABIANA
Encontrada ainda bebê entre os campos de algodão, foi adotada e batizada pelo capitão Rosa e a dona Eulália. Tornou-se herdeira do afeto e do patrimônio da família, criada como princesa. Tornou-se uma mulher sedutora, provocante e ardilosa, colocando seus desejos em primeiro lugar. Diferente da madrinha Eulália, jamais se importou com algum sofrimento, senão o seu. Foi ela quem arquitetou a separação de Santo e Tereza, que culminou na morte de Belmiro, pai do homem que ela amava. Para manter Santo ao seu lado, queimou as cartas que Tereza escreveu, escondendo dele que ela esperava um filho seu, Miguel. Casou-se com Santo, com quem teve duas filhas, Olívia e Isabel. Sempre soube que seu casamento estava montado em frágil alicerce. E 25 anos depois, quando Miguel aparece na fazenda pelas mãos de Olivia, enfrenta um dilema: mantém o segredo da paternidade do rapaz, para evitar que a filha, visivelmente apaixonada por ele, cometa incesto?
velho-chico-personagem-maria-tereza-de-sa-ribeiro-atriz-isabella-aguiar
Personagem: Maria Tereza de Sá Ribeiro
Atriz: ISABELLA AGUIAR
Filha de Afrânio e Leonor. Nascida prematura, em um parto difícil, feito pela avó. Guerreira, irrequieta, passou a melhor parte da infância brincando com crianças da fazenda, para desespero de Encarnação, que não queria a neta metida com empregados. Seu companheiro de travessuras era Cícero, filho de Doninha, seu pajem e vigia. Enquanto tinha por ele um bem-querer de irmão, Cícero tinha por ela uma paixão doentia, que arrastou pelo resto da vida com amargor. O homem de sua vida é Santo, um amor que germinou apesar de as famílias serem inimigas e juradas de morte. Esperando um filho de Santo, sem que ele soubesse, foi vítima de tocaias, traições e desencantos que culminaram em um casamento arranjado com Carlos Eduardo para encobrir a gravidez. Resignada, assumiu seus deveres como esposa, mãe e empresária. Vinte e cinco anos depois, sem saber da existência desse outro pai, seu filho Miguel fará com que ela fique frente a frente com Santo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário